in

Os benefícios da dieta DASH para a hipertensão

Confira o que é, quais as vantagens e como iniciar esse novo tipo de dieta!

dieta DASH

O avanço da medicina e da nutrição tem permitido às pessoas um maior controle sobre a pressão sanguínea. A hipertensão, que causa a morte de 9,4 milhões de pessoas no mundo todo a cada ano, está conectada à alimentação. E um grupo de pesquisadores descobriu a dieta DASH, que significa, em tradução: abordagem dietética para impedir a hipertensão.

O que é a dieta DASH

Todo o foco dessa nova dieta está em controlar a hipertensão ou impedi-la. A perda de peso é uma consequência da alimentação saudável, da menor ingestão de caloria e da prática de exercícios. A dieta DASH não é radical, mas possui restrições. Veja abaixo algumas delas:

Evitar o sal

O sal em excesso aperta os vasos sanguíneos. Isso faz com que o coração trabalhe mais e a pressão sanguínea aumente.

Evitar as gorduras saturadas

Esse tipo de gordura pode se acumular nas paredes das artérias. Uma pessoa saudável pode consumir 10% das calorias em gordura saturada. Um hipertenso, 6%.

Diminua o consumo de açúcar

O açúcar contribui para o sobrepeso, o que está ligado à hipertensão.

Vantagens e desvantagens

Como toda dieta, a dieta DASH possui tanto vantagens quanto algumas desvantagens a serem consideradas. Veja abaixo:

Vantagens:

  • Não há restrições de grupos alimentares;
  • Diminui riscos de osteoporose;
  • Estimula a mudança de hábitos;
  • Redução de morbimortalidade associada a doenças cardiovasculares.

Desvantagens:

  • O objetivo não é emagrecer, portanto quem segue essa dieta e quer perder peso deve comer poucas porções nas refeições;
  • Há alta ingestão de fibras, o que pode ser prejudicial a algumas pessoas.

O que comer na dieta DASH?

A dieta DASH foi pensada para mais ou menos 2000 calorias por dia. A forma como será realizada a ingestão dessas calorias é o segredo. Veja abaixo algumas sugestões de alimentos que você deve incluir em sua rotina alimentar se quiser seguir essa dieta.

Grãos

O ideal é ingerir de 6 a 8 porções por dia. Opte pela aveia e por cereais. Pães, massas e arroz integrais também contam

Carnes magras

frango dieta dash

Carnes magras significa não apenas o tipo da carne, mas também o modo de preparo. Prefira grelhados e peixes cozidos no vapor. Aqui são no máximo 6 porções por dia.

Frutas

Prefira a fruta em si e não o suco. Coma a fruta com a casca, se possível, para ingerir mais fibras. São 4 a 5 porções diárias.

Laticínios

iogurte dieta dash

Coma queijos e beba iogurte e leite. Dê preferência aos que não tenham gordura. Apenas 2 a 3 porções por dia são recomendadas.

Verduras e legumes

Aqui vá de 4 a 5 porções ao dia. Ingira esses alimentos nas refeições principais e nos lanches, em sanduíches, por exemplo. Opte pelos frescos ou congelados.

Nozes e castanhas

nozes dieta dash

Aqui são 4 a 5 porções por semana. Coma todos os tipos de noz, de feijão e de lentilha. Apesar de serem muito nutritivos, esses alimentos possuem altas taxas de gordura e caloria.

Doces

Em relação aos doces, no máximo 5 porções por semana. Prefira os com alto teor de cacau e com pouca gordura.

Agora que você sabe o que deve comer durante a dieta DASH, é só montar seu cardápio de acordo com seus gostos. Lembre-se que essa dieta não é restritiva quanto aos grupos alimentares. O importante é não exagerar e se manter dentro do que é proposto pelo método.

Para obter os resultados desejados é muito importante aliar a uma alimentação saudável, equilibrada, com acompanhamento médico e profissional, além da realização de atividades físicas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Reiki: conheça essa terapia espiritual e como ela é aplicada

benefícios da terapia

Por que você deve fazer terapia?