in

Mãe desenha coração no pulso de seu filho e motivo surpreende

Ela queria que ele soubesse e sempre se lembrasse que tem uma pessoa o esperando em casa que o ama

Quando os filhos nascem, o mundo da mãe começa a girar em torno desse novo ser. Tudo que ele faz é uma fofura e as postagens nas redes sociais com os pequenos é inevitável. Tem sempre alguma foto linda que queremos mostrar para os amigos. Liz Petrone não é diferente e colocou em seu Facebook uma foto do pulso do filho com um pequeno coração desenhado a caneta, mas parece que ninguém entendeu muito bem o que aquela imagem representava.

“Alguém ama você”

Liz colocou uma explicação na página onde dizia que seu filho sofria de ansiedade e como aquele coração foi importante para ele. Leia o relato abaixo.

“A ansiedade tem sido forte com esse pequeno ultimamente. Não sei por quê.

Talvez seja a forma como as estações mudam, um pouco de cada vez tão lentamente até que não esteja mais lento, e tornou-se frio tão rápido que você jura que inalou o ar quente do início do outono e você exalou uma fumaça de nevoeiro na respiração feriados.

De qualquer forma, na outra manhã eu o vi começar a chorar através da janela do ônibus enquanto eles se afastavam, seu rosto mudando no início de forma imperceptível como as estações e depois como uma grande onda de lágrimas, e o ônibus foi embora antes de eu poder fazer qualquer coisa. E, no entanto, tentei, no meio da estrada, com as mãos alcançar ele, enquanto a grande caixa amarela virava a esquina e se afastava.

Na manhã seguinte, nos sentamos no ponto de ônibus juntos e tirei uma caneta do bolso do meu casaco. Peguei seu pulso, beijei o azul de suas veias, onde o sangue que compartilhamos flui através de suas veias e desenhei um coração.

“Eu sei que é difícil às vezes”, eu disse a ele quando o ônibus parou para levá-lo embora. “Eu quero que você veja esse coração e que você se lembre de que, não importa o que aconteça lá, alguém está aqui esperando por você em casa. Alguém ama você.”

Ele atravessou a estrada, subiu as escadas do ônibus, e eu assisti dessa vez quando seu rosto apareceu na janela. Esperei ele me ver sorrir, acenar ou até chorar, mas ele nunca me olhou.

Em vez disso, ele olhou para o pulso dele.

Eu sei que é difícil demais para muitos de nós. Eu sei que os feriados podem aumentar essa sensação, assim o frio, assim como o escuro. Eu sei.

Talvez não seja uma solução, mas é um conforto e o conforto pode servir para fortalecer quando você sabe que alguém o ama.”

Que linda história! Você tem algum momento especial com seu filho ou neto para compartilhar com a gente? Escreva nos comentários!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Separação: 5 perguntas a fazer antes de tomar essa decisão

Tratamentos naturais sem insulina ou medicamentos para a Diabetes Tipo 2