,

Peppa Pig pode causar problemas de comportamento em crianças

Psicólogos alertam sobre a influência do comportamento em Peppa Pig e suas consequências

Especialistas acreditam na relação entre o desenho Peppa Pig e casos de transgressão de comportamento entre crianças.

Por mais que faça sucesso, com vendas estratosféricas de produtos licenciados, há muita discussão sobre a qualidade dos personagens para a formação do caráter da criança. Segundo esse estudo, o desenho não é nada saudável para elas.

De acordo com o estudo, muito do que se tem observado no comportamento infantil moderno como birra, desdém, enfrentamento, insolência, desobediência e outros, vêm de desenhos como Peppa Pig.

peppa-pig-birra-autismo
Peppa e o irmãozinho George, quando bebê.

Peppa é mal educada com seus pais, e estes são extremamente permissivos. Vamos tomar como exemplo a cena onde Peppa e seu irmão George se recusam a arrumar o quarto.

Cena comum, não é? Sabe qual foi a reação dos pais? Eles subornaram os filhos e não deram mais atenção ao assunto. Depois de pronto e com a recompensa em mãos, Peppa e o irmão voltaram e bagunçaram tudo de novo. Maravilha, não é?

Características das personalidades em Peppa Pig

peppa-pig-birra-2

Segundo o estudo, os principais traços de personalidade em Peppa são:

  • Síndrome da superioridade
  • Comportamento inapropriado
  • Imposição da sua vontade, ignorando a opinião do outro
  • Grosseria
  • Competitividade doentia
  • Intolerância
  • Falta de respeito
  • Inveja
  • Arrogância
  • Orgulho

Muitos pais já proibiram seus filhos de assistir ao desenho por que as crianças estavam copiando o comportamento de Peppa e George, então é sempre interessante observar mudanças de comportamento das crianças e sua relação com os desenhos assistidos, principalmente se forem baseados em atitudes negativas como esse.

Cerca de 80% do cérebro se forma até os 3 anos de idade. Os modelos mentais também são fortemente criados nessa época. As chances de copiarem o que vêem na TV duplica nessa faixa etária.

Então vamos ter mais atenção com o que oferecemos para nossas crianças. Nem tudo que é modinha tem qualidade ou serve para a educação dos pequenos.

E você? Deixa suas crianças assistirem Peppa Pig? O que acha disso? Comente!

Nota: Existem diversos sites e notícias que buscam desmentir o assunto. Mas, em uma rápida pesquisa pela internet, é possível encontrar diversos relatos de pais que notaram uma mudança brusca no comportamento dos filhos, quando estes assistiam a Peppa Pig.

Na Inglaterra, uma mãe começou a notar a filha de 3 anos mais “manhosa” que o normal. A filha assistia ao desenho Peppa Pig, bem como tinha livros, bolo de aniversário e até pijamas da porquinha em questão. Até então, era um desenho inocente. Mas a mãe começou a notar que o choro por manha da filha estava cada vez mais parecido com o choro de George, o irmão da Peppa. Além disso, a filha começou a gritar para os amigos “eu não quero mais brincar com você!”, toda vez que era contrariada, ou perdia em uma brincadeira – tal como a Peppa costuma dizer para os amigos no desenho. As crianças, especialmente as mais novas, acabam por reproduzir os comportamentos de desenhos animados em casa, sem ter noção se aquilo é certo ou errado.

Por ensinar um comportamento mimado e, por vezes, sem educação às crianças, talvez a Peppa Pig não seja a melhor influência para crianças ainda em fase de formação.

Fonte: dailymail.co.uk

14 Comentários

Deixe a sua opinião
  1. Não concordo com essa pesquisa.Assim como não concordo com tudo que passa no desenho.Várias coisas que peppa faz são corrigidas.
    Não tive problema nenhum aqui em casa com isso .Precisamos observar sim o que nossos filhos assistem,e não devemos deixá-los o tempo todo só vendo TV ou jogando.
    Sempre observando!👍🏽👀

  2. Mas eu aposto que a Universidade de Harvard, não falou nada sobre essas fotos de mulher pelada aí em cima…kkkkkkkkkkkkk A Peppa é uma gracinha de Educação!!!!!!!!! Deixem de neura…….

    • rapaz eu n tenho filhos mas antes de ver essa matéria sempre achei esse desenho inapropriado para crianças, tenho uma prima q assisti essa porcaria e ela tem quasse todos os defeitos citados na personalidade de pepa.

  3. Já faz uns dias que vejo a internet inundada de avisos de que um renomado psicólogo de Harvard concluiu que o desenho animado da Peppa Pig pode produzir autismo e deve ser proibido pelos pais. E então, você que tem crianças ou que conhece quem as tenha deve ter marcado e repassado. Aqui em casa tenho trigêmeos que se divertem muito com o desenho, e minha filha mais velha de nove anos também adora. Mas, isso é verdade?

    Em 10 minutos de simples pesquisas e bom senso derrubamos a farsa. Seja no google ou em sites de mitos e farsas. A historinha diz que um dos psicólogos que conduzem o estudo, Marc Wildemberg, teria afirmado que as crianças que assistem ao programa por mais de 80 minutos por dia aumentam as chances de distúrbios como o autismo, quando socializam em desenvolvimento, de modo que as crianças não desenvolvem a capacidade de entender as outras pessoas e nem de ser tolerante com outros pensamentos.

    Em primeiro lugar, não há nenhum estudo a respeito do impacto que o desenho infantil Peppa Pig causa nas crianças no site da Universidade Harvard. Igualmente, não há nenhum psicólogo chamado Marc Wildemberg no quadro de professores e de pesquisadores da prestigiada universidade, como podemos verificar também no site da Harvard University! Isso não passa de um boato digital, como vários que existem hoje, que tentam fazer uma receita simples – usar o nome de alguma instituição de renome para conquistar mais credibilidade; criar o nome de um pesquisador para que ninguém duvide do assunto e misturar dados técnicos com idiotices.

    Encontrei a mais certa possível origem que foi de publicação feita em abril de 2016 em um blog de língua espanhola chamado Fuerza Informatica (que já publicou diversas outras notícias falsas sem citar nenhuma fonte sequer). No artigo original, o Fuerza Informática ainda dizia que o desenho animado Peppa Pig estaria causando autismo nas crianças. Obviamente, se tratava de mais uma informação falsa, visto que o autismo não é algo que “se adquire”, mas algo que já nasce com a criança. Outro trecho errado nesta FARSA é o que afirma que a exibição de Peppa Pig foi proibida no mundo todo. A verdade é que o desenho continua passando em vários países, como aqui no Brasil (Discovery Kids e TV Cultura), na Inglaterra (Channel 5) e em Portugal (Canal Panda).

    Conclusão, deixe seus filhos curtirem o desenho tranquilamente. Muito melhor do que Pica-pau, Papa-Léguas e similares que induzem violência e banalizam emoções. Agora pronto, pode marcar e compartilhar à vontade que a minha fonte é segura, sou terapeuta, pesquisador e pai de quatro crianças que adoram o desenho.

    Por Jordan Campos
    Fontes: Site Harvard;E-farsas, pesquisa livre e conhecimento técnico.

    • Obrigado, Jordan Campos. Poupou o trabalho. Me impressiona que a pessoa responsável pelo blog ainda mantenha essa postagem. Já passou da hora das pessoasb assumirem uma postura mais responsável. Não dá para compartilhar boatos assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *