,

Amei

Os perigos do calor em excesso e da desidratação

Tome as devidas precauções para os dias (bem) mais quentes

Por vezes, o calor é tanto, que para muitos só é suportável estar debaixo da sombra, tomando água de coco.

Em alguns lugares, durante o verão, a temperatura tem vindo a rondar os 30º C e, por isso, deve-se evitar a exposição prolongada ao sol.

Calor: um perigo que pode inclusivamente matar

Se para alguns o calor é uma boa desculpa para um banho de piscina ou uma ida na praia, para outros este excesso pode ser um fator de risco para a saúde.

Mesmo com a alegria dos dias quentes e clima de praia, é importante tomar certos cuidados.

Hidrate-se

Primeiro que tudo, para sobreviver a um calorão, é preciso fazer de tudo para que não ocorra uma desidratação. Essa complicação pode parecer momentânea e de fácil resolução, mas em casos extremos pode conduzir à morte.

Esse calor elevado pode ser letal, especialmente no caso dos mais velhos, cujos organismos já não estão preparados para lidar com as alterações da temperatura corporal.

O caso é mais perigoso no nos idosos que vivem desacompanhados, porque a desidratação pode não ser detectada a tempo. Se conhece alguém nessa situação, não hesite em reforçar a ideia de que é preciso beber água constantemente.

Mesmo nos casos em que a desidratação é ligeira, as consequências são para evitar. Sintomas como enjoos fortes, confusão mental, sonolência e arritmias são provocados por um corpo necessitado de hidratação.

Outras consequências do calor:

  • O calor faz com que ocorra uma redução da pressão arterial, o que provoca tonturas e até desmaios.
  • O fluxo sanguíneo no cérebro também fica diminuído. É por essa razão, que uma das reações mais notadas nos picos de calor seja a indisposição. Nessas alturas, as defesas do organismo baixam provocando essa indisposição e fazendo com que o organismo fique mais enfraquecido.

O que fazer quando o calor aperta?

Beba água e evite o sol intenso, para impedir a desidratação e os outros perigos que o calor excessivo pode causar. Garanta que os idosos e as crianças se mantêm hidratados, consumindo muitos líquidos.

Caso não tenha o hábito de beber água, compense com outros líquidos: leite, água de coco, isotônicos ou sucos, de preferência naturais. Vale quase tudo! O importante é apostar na hidratação frequente para combater o calorão.

Para saber mais sobre o perigo de desidratação, assista ao vídeo em baixo:

Gostou do artigo? Compartilhe!

3 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 exercícios para acabar com a dor nas costas

Os perigos do calor em excesso e da desidratação