, ,

Amei Hahaha Fofo Meu Deus! Estranho Triste

Quando a queda de cabelo se torna motivo para preocupação

Tem ideia da quantidade de cabelo que perde em média por dia? Saiba como distinguir a queda de cabelo normal de uma doença capilar.

Em média, o ser humano perde entre 50 a 100 fios de cabelo ao longo do dia. Essa queda capilar é normal, e não um motivo para alarme. Na maioria dos casos isso não é sequer sinal de calvície precoce e muito menos de doença. O cabelo está sempre em renovação. Enquanto uns folículos nascem, outros crescem naturalmente e aqueles que já se encontram fragilizados acabam por cair.

É natural perder cabelo todos os dias

Uma queda mais acelerada pode ser concordante com a mudança da estação, ou mesmo um período mais estressante na sua vida. Em ambos os casos, também não constitui ameaça para a saúde. Essa queda mais abastada pode ser equiparada à mudança de pelo que ocorre nos animais. O homem é também é um mamífero, e o seu organismo está sincronizado com as alterações climáticas e a passagem do tempo. Nesse caso específico, esse processo de regeneração está inserido naquilo a que os cientistas apelidam de “movimentos sincronizados anuais”. Essa é uma daquelas estratégias que o corpo desenvolve para lidar com o frio e com o calor.

Porém, contrariamente aos restantes animais, as pessoas já não necessitam da ajuda dos seus cabelos para poderem ajustar a temperatura do corpo. Daí que seja mais frequente a ocorrência queda diária, como parte do processo de renovação capilar.

Não tenha medo da escova de cabelo

Dá próxima vez que encarar a sua escova cheia de cabelos, não entre em parafuso. Esses são os cabelos que correspondem à renovação. Podem parecer muitos, mas não se esqueça que os cabelos femininos, por serem mais compridos, aparentam maior volume. Nem a escova nem os cabelos presos no ralo do chuveiro servem de medidor para a preocupação no caso da queda de cabelo.

O melhor método de análise para verificar se o cabelo está caindo normalmente é a sua própria imagem. Compare fotografias com um ano de espaçamento. Caso a diferença seja visível, consulte um especialista de forma a decretar o porquê dessa situação. Gastar rios de dinheiro em produtos sem saber o que despontou a queda abundante não é solução. Para resolver esse problema é determinante conhecer a causa.

A queda de cabelo não é a causa da calvície. Talvez possa ser até encarada como uma consequência. A calvície ocorre quando a raiz está doente, e passa a produzir cabelos que vão ficando cada vez mais finos, até acabarem por desaparecer.

Razões que justificam a queda de cabelo

1. Genética

Em muitos dos casos a calvície é hereditária. Apesar da componente genética ter o mesmo valor que a idade, ou os hormônios masculinos, a genética justifica que possa surgir também em mulheres e adolescentes.

2. Estresse intenso

Essa queda não ocorre durante o período de estresse, mas dois a três meses depois. O estresse pode ser mental ou mesmo físico. Quando o corpo é submetido às agressões de uma cirurgia ou de uma infeção, a queda de cabelo será mais abundante. O mesmo acontece quando por alguma razão há um desequilíbrio hormonal.

3. Consumo de determinados medicamentos

A queda de cabelo pode ser um efeito colateral provocado pela medicação. Tratamentos muito fortes, como a quimioterapia, têm um efeito similar ao de remédios como lítio, anfetaminas, betabloqueadores e levodopa.

4. Quando há algo de errado com a saúde

Um consumo deficitário de proteínas, ferro, zinco e biotina podem resultar na perda de cabelo. Doenças como lúpus, sífilis ou problemas da tireoide podem ser desatado graças a esse sintoma.

5. Infecção fúngica

Há fungos que se infiltram no couro cabeludo e que atrapalham a regeneração capilar.

6. Alopecia

Essa condição origina quedas de cabelo em pequenas áreas. Essas falhas por norma acontecem em portadores de doenças autoimumes. Quando os cabelos se perdem totalmente o fenômeno passa a ser chamado de alopecia total.

7. Agressividade

Agressões sofridas pelas técnicas de cabeleireiro invasivas e que danificam o couro cabeludo também desestabilizam o processo de renovação. Puxões fortes e a recorrência a produtos químicos acabam por enfraquecer o cabelo.

Antes de ficar desesperada, contando os fios depois de tomar banho, entenda a perda de cabelo é algo natural. Esperamos que esse artigo tenha esclarecido as questões relacionadas à queda de cabelo.

Compartilhe essa dica, para que ninguém entre em pânico ao ver a escova cheia de cabelos!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

10 verdades sobre a maternidade que ninguém conta

Quando a queda de cabelo se torna motivo para preocupação