in

Aprenda a ser tolerante, mas também a se afastar quando for necessário

Não é preciso conviver com pessoas que te fazem mal de alguma forma

Dicas afastar pessoas que nos fazem mal

Na família, no trabalho, entre os amigos e até nas redes sociais o cenário parece ser o mesmo: conversas de cunho político e religioso geram discussões homéricas, porém pouco proveitosas e, na maioria das vezes, sem nenhuma demonstração de tolerância.

Isso acontece porque sempre existe uma pessoa radical em suas ideias. Ela costuma não respeitar ninguém, atropela comentários, não valoriza opiniões e, muitas vezes, não tem respeito por decisões alheias. Já passou por algo semelhante?

Outro cenário comum é encontrar àquele que adora fazer brincadeiras e piadas de mal gosto, de cunho racista, misógino e preconceituoso. E, na maioria das vezes, se o interlocutor não aprova ou compactua de alguma forma – mesmo com sorriso amarelo – com os pensamentos do piadista, ainda corre o risco de ser hostilizado ou taxado de “o politicamente correto”. Você também já passou por isso?

Nem todas as pessoas compartilham do mesmo senso de ética e moral, pois foram educadas em famílias e meios diferentes. Por isso não se pode exigir que tenham a mesma opinião. O que você pode fazer é tolerar.

Por isso, se você estiver em um meio nocivo, com pessoas inconvenientes, o ideal é saber ouvir e dialogar. E não se exalte quando estiver diante de alguém fora de controle. Essas pessoas estão desconectadas com as suas emoções e o seu “eu” interior e,  por esse motivo, acabam falando o que pensam, sem medir as palavras ou se preocupar se vão atingir ou ferir alguém.

É o tipo de pessoa que tem o prazer em incomodar e tentar tirar mais tranquilos, e de bom coração, do seu próprio centro. Todo mundo tem ou teve uma pedra no sapato como essa. Entretanto, existe uma diferença muito grande entre na palavra “tolerar” e “conviver”.

Muitas vezes essa pessoa está no seu trabalho ou dentro da sua família e, dificilmente, será possível ignorá-la. Porém, você não tem a obrigação de integrá-la à sua vida. Não há nada de errado em afastá-la, cordialmente, do seu círculo íntimo, da sua casa e da sua vida. Seja forte, não se culpe, e siga em frente.

Contudo, se, mesmo assim, você deseja enfrentar alguém que te incomoda, afastando de vez essa aura nociva, então siga as dicas preciosas da Monja Cohen:

Gostou das dicas? Então ajude um amigo que passa pela mesma situação, compartilhando esse texto!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Doenças da pele seca

Conheça quatro doenças atreladas à pele seca

Oração trazer prosperidade

Aprenda a oração que vai te levar para o caminho da prosperidade