, ,

Amei Hahaha Fofo Meu Deus! Estranho Triste

Popularização do consumo de sushi aumenta casos de infecção por parasita

Anisaquíase é transmitida pelo consumo de peixes e frutos do mar crus

A popularização do consumo de sushi pode ser a responsável pelo aumento dos casos de um parasita que é transmitido após a ingestão de peixes e frutos do mar crus ou malcozidos.

O alerta, divulgado pelo British Medical Journal, foi emitido após estudo realizado por pesquisadores portugueses.

As conclusões do estudo resultaram do diagnóstico de um homem de 32 anos que foi hospitalizado com queixas de febre, dores abdominais e vômitos. Os sintomas foram registrados por uma semana.

Após a análise, feita por endoscopia, os médicos descobriram no estômago do paciente as larvas do parasita Anisakis, que provoca uma doença chamada anisaquíase.

A contaminação por Anisakis é causada pela ingestão de peixes do mar crus ou malcozidos. Quando foi atendido, o paciente alvo do estudo afirmou que havia consumido sushi recentemente.

O alívio dos sintomas e o controle da doença acontecem somente pela extração do parasita, que pode ocorrer por cirurgia ou endoscopia.

No caso português, uma endoscopia foi suficiente e, assim que os parasitas foram retirados, os sintomas foram resolvidos.

A anisaquíase é considerada comum no Japão por conta dos hábitos alimentares. Recentemente, a doença também tem sido registrada nos países ocidentais, onde também cresceu o consumo de produtos típicos da cozinha oriental.

A relação já havia sido feita em um estudo espanhol realizado entre 1999 e 2002. Foram relatados 25 casos de anisaquíase no período e todos os pacientes analisados informaram manter uma dieta onde estavam incluídas anchovas cruas.

Outra pesquisa, dessa vez feita na Itália, indica que médicos investiguem a doença quando houver o relato por parte de pacientes de dores abdominais na sequência do consumo de peixe cru ou malcozido.

O levantamento italiano destaca que tratamentos à base de medicamentos não são eficazes contra a anisaquíase.

No próprio Japão, o Ministério da Saúde, do Trabalho e da Previdência, emitiu um alerta para o aumento do número de casos de anisaquíase. A quantidade de doentes saltou de 79 em 2013 para 126 em 2016, conforme o Japan Times.

E como evitar a contaminação?

O governo do Japão sugere que a forma segura de consumir peixes crus é o congelamento em temperaturas inferiores a -20º C por, no mínimo, um dia.

Após o descongelamento, o peixe deve ser aquecido a temperaturas superiores a 60 graus por, pelo menos, 1 minuto. Esta seria a forma eficiente de eliminar as larvas do Anisakis.

O consumo seguro de peixes crus também pode ocorrer após o congelamento do produto a temperaturas inferiores a -15º C por até quatro dias. Essa é a recomendação da FSA (Agência de Padrões Alimentares dos Estados Unidos).

Atenção: O objetivo da matéria é apenas informar sobre os casos que aconteceram e não gerar paranóia nem fazer as pessoas pararem de comer sushi. Sempre que for comer esse alimento, fique atento às formas seguras de consumir. Escolha um restaurante que siga as normas de segurança e higiene no manuseio de alimentos e se for fazer em casa, compre os ingredientes em lugares que você confia.

Gostou da dica? Então compartilhe!

Fonte: Exame

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Ajude a fortalecer cartilagens e tendões com essa mistura

Popularização do consumo de sushi aumenta casos de infecção por parasita