,

Amei Hahaha Fofo Meu Deus! Estranho Triste

Consumo de tilápia cultivada pode estar associada a problemas de saúde

Talvez não seja tão saudável quanto alguns acreditam

O consumo de peixe é uma das principais recomendações para quem precisa adotar uma dieta mais saudável.

Com a redução da oferta de espécies nativas, uma das alternativas para manter os mercados abastecidos com o produto é o cultivo.

Peixes e outros frutos do mar são cultivados em criadouros em diversas partes do mundo. Entre os peixes mais populares, está a tilápia.

Barato e de sabor suave, esse peixe, infelizmente, pode desencadear problemas de saúde.

O consumo de tilápia de cativeiro despertou a discussão acadêmica entre médicos e cientistas do mundo todo, mas ainda não se chegou a nenhuma conclusão comprovada. Os mais críticos apontam que o consumo frequente desse peixe pode desencadear diversos problemas de saúde, como pode ver na lista a seguir.

De acordo com o professor de fisiologia e farmacologia do Centro Médico Batista Wake Forest, de Winston-Salem, na Carolina do Norte: “Pode parecer peixe e ter gosto de peixe, mas não têm os benefícios – o que pode ser prejudicial”.

Ainda de acordo com os especialistas, é preciso ter um sistema de inspeção dos criadouros para garantir a qualidade do peixe, assim como a não intervenção no ecossistema “ao redor”.

Problemas citados como possíveis consequências do consumo de tilápia:

  • Artrite;
  • Doenças do coração;
  • Asma;
  • Aumento das chances de desenvolver câncer;
  • Doenças metabólicas;
  • Inflamações diversas no corpo.

O que gera essa suspeita? Nos criadouros, geralmente, os peixes são alimentados com carne de outros animais, como frango, pato e porco.

Também integram a dieta os resíduos desses animais, o que potencializa o risco de doenças. Ficou comprovado, ainda, que os ácidos graxo e ômega-3 disponibilizados pelos peixes de cativeiro são de menor qualidade.

Os peixes de cativeiro também têm menor quantidade de proteína e isso pode causar inflamações para quem consome sua carne.

O risco é maior para o consumo de peixe cultivado porque as áreas usadas para cativeiro têm maior concentração de PVC. O produto também está associado ao aumento de doenças como asma e alergias.

Fonte: www1.folha.uol.com.br

Mayo Clinic

Gostou dessa dica? Compartilhe!

Comentários

Leave a Reply
    • Oi Celso, temos que pensar que tudo ao exagero não é bom. Que temos que conhecer as informações e adaptá-las ao nosso dia a dia, né? ☺

  1. Ridículo o texto, as pesquisas citadas de duas revistas (não científica) de que nada falam afirmativamente com dados científicos, apenas em relação ao meio ambiente. Se o ômega 3 é de menor qualidade, vc apenas ingerirá menos ômega 3. Se tem menos proteína para mim tanto melhor pois tenho problema renal e preciso controlar a proteína. Agora me digam como isto cientificamente pode causar
    Artrite;
    Doenças do coração;
    Asma;
    Aumento das chances de desenvolver câncer;
    Doenças metabólicas;
    Inflamações diversas no corpo.?

    • Olá Elizabeth, tudo bem? A nossa intenção aqui é divulgar os estudos e as informações. Em nosso artigo, assim como nas fontes, informamos que a discussão envolveu “médicos e cientistas do mundo todo, mas ainda não se chegou a nenhuma conclusão comprovada” sobre o consumo deste alimento quando criado em cativeiro. E ressaltamos aquilo que foi apontado como “possíveis consequências do consumo de tilápia”. O que não significa que vai acontecer com certeza. É uma reflexão. E é claro, tudo pode ter um lado positivo e negativo, sempre quando em exageros, não é mesmo! Obrigada pela sua mensagem! 🙂

  2. Ar, consumir ar é um perigo, um grande problema, haja vista que devido a sua densidade ele contém partículas em suspensão, além do que não passa de uma mistura de gazes, a maioria deles tóxicos.
    Não respire, é melhor pra sua saúde de, ao parar de respirar você verá que não sentirá mais incômodo algum, melhor, não sentirá mais nada. Descansará que é uma beleza!

  3. Olá Sandra Luz,

    Você poderia me repassar os artigos científicos ou a bibliografia que fundamentou o seu artigo?

    Grato.

  4. Eu acho este artigo de uma irresponsabilidade sem tamanho. Nunca em minha vida como professor universitário eu vi um ataque sem sentido e sem comprovações científicas com relação ao consumo de peixe. Solicito que matérias como esta deveriam apresentar um embasamento cientifico para corroborar tamanhos absurdos. São tão amplas as acusações deste pseudo artigo que deveriam existir dezenas de trabalhos científicos para apoiar estas informações. Matérias como esta causam um impacto negativo a todos as pessoas que se preocupam com a produção série de alimentos. Muito graves as informações aqui postadas. Lamento que sites utilizem de matérias como estas para sobreviver sem medir as consequências de suas informações não comprovadas. Solicito mostrar que EMBASAMENTO tem para tais afirmações. Att, Prof. Dr. José Carlos dos Santos Jesus – Universidade Federal de Lavras – UFLA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Bicarbonato de sódio ajuda a retardar o envelhecimento dos cabelos

Consumo de tilápia cultivada pode estar associada a problemas de saúde