in

Conheça quatro doenças atreladas à pele seca

Pele com textura grossa ou rachada são sinais de que o seu organismo não está funcionando adequadamente

Doenças da pele seca

O corpo humano trabalha tão perfeitamente, que, ao menor sinal de problema, a pele começa a reagir. Isso porque, ela indica como anda o funcionamento dos seus órgãos, sangue e níveis  hormonais.

Por isso, é muito importante criar o hábito de olhar, diariamente, como está a aparência da sua pele.

Quando o maior órgão do corpo humano aparenta estar seco e rachado, por exemplo, fique em alerta. Talvez, ele precise de mais cuidados, que vão além de cremes e hidratantes.

Pele áspera pode ser um sintoma de algum tipo problema de saúde, que necessita de tratamento imediato. Conheça quatro doenças atreladas à pele seca:

Tireoide: Essa condição afeta a glândula em forma de borboleta, localizada na parte inferior do pescoço, que regula numerosos processos metabólicos de todo o corpo. Quando está em desiquilíbrio, gerar depressão, ganho de peso, perda de memória e influenciar na má formação de novas células na pele, ocasionando secura e rigidez.

Diabetes: A doença acontece porque o pâncreas não consegue produzir insulina suficiente para suprir as necessidades do organismo, causando aumento de glicose no sangue. Quando o nível de açúcar está alto, acontece a perda de fluido, impactando na textura da pele, que se desidrata continuamente.

Doenças renais crônicas: Os rins têm a função é remover os resíduos e o excesso de água do organismo, mas quando está em colapso irá alterar todo o funcionamento do organismo, gerando pele seca. Geralmente, problemas nos rins acontecem em consequência de diabetes, hipertensão, doenças autoimunes, entre outras. Por isso, se você tiver histórico familiar ou mais 60 anos, é melhor checar a sua saúde com frequência.

Câncer de pele: A doença é caracterizada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. É muito comum esse tipo de câncer acomete pessoas que estiveram expostas, por longos períodos, aos raios nocivos do sol. Rosto, braços e costas são os lugares, nos quais o aparecimento do câncer de pele são mais frequentes. Por isso, se você notar textura e cor estranha na sua pele, procure um especialista

Conheça os cuidados com a pele dos idosos com a dermatologista Virgínia Paiva:

Se essas informações foram úteis para você, então compartilhe com os amigos, para que eles também tomem consciência dos cuidados necessários com a pele!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comentários

comentários

Sinais abuso sexual infantil

Saiba como proceder em casos de abuso sexual infantil e de adolescentes

Dicas afastar pessoas que nos fazem mal

Aprenda a ser tolerante, mas também a se afastar quando for necessário